1261482-disney__22_Dirigir em Orlando é fácil, porém, a distância entre alguns locais, faz do GPS o seu maior aliado. Se o GPS não achar o endereço que deseja ir, procure por POI´S (Pontos de Interesse), certamente você irá encontrar.

Tudo é muito bem sinalizado, e, ruas e estradas sem nenhum buraco, e, os habitantes sempre prontos a lhe ajudar.

Fique atento aos limites de velocidade, pois as multas são bem altas, e, em alguns casos, devem ser pagas na hora.

A medida de velocidade nos Estados Unidos é em milhas por hora “MPH”. 1 MPH equivale a aproximadamente 1,609 KM/H, veja alguns exemplos:

62 MPH = 100 KM/H

49 MPH = 80 KM/H

37 MPH = 60 KM/H

Atente-se também para as vagas destinadas aos idosos, grávidas e portadores de necessidades especiais, lá a lei funciona e você poderá ser rebocado e multado se estacionar em uma dessas vagas. Em alguns locais existem também vagas especiais para mães que transportam carrinhos de criança.

Alguns trajetos possuem pedágios, verifique com a sua locadora se o veículo alugado possui o equipamento eletrônico para passar nos pedágios (Sun Pass), pois em alguns deles não há cabine para cobrança manual.

A maioria dos estacionamentos de lojas e shoppings são gratuitos, porém, por precaução e segurança, procure estacionar próximo as entradas ou em pontos de maior fluxo, pois existem relatos de carros de turistas que são arrombados para roubarem as compras.

Nos parques, o estacionamento é muito bem organizado, e você é orientado a estacionar em vagas pré-definidas, os preços variam de U$ 12 a U$ 18.

1-dirigindo em Orlando

Não há necessidade de uma autorização especial ou a PID (Permissão Internacional para Dirigir) para dirigir na Flórida. Sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o passaporte garantem esse direito, isto porque existe um acordo do governo brasileiro com alguns estados americanos.

Abastecendo o carro

O sistema na maioria dos postos de gasolina é self-service. Quando o pagamento é feito em cartão de crédito ou débito, você mesmo faz tudo direto na bomba de abastecimento (Pump), quando for em espécie, dirija-se a loja de conveniência, vá ao caixa e informe o número da bomba (Pump) e a quantia que deseja abastecer.

Caso o tanque complete antes de atingir a quantia que você estipulou, volte ao caixa informe o número da bomba (Pump) e pegue o seu troco.

A medida de abastecimento é em galões, 1 galão equivale a aproximadamente 3,785 litros.

O preço dos combustíveis se equiparam aos preços no Brasil.

Vejam nosso vídeo sobre como abastecer em Orlando:

Alugando um carro

São muitas as opções de locadoras e de veículos nos EUA. A s principais locadoras são: Hertz, Avis, Alamo, Budget, entre outras.

Convém você já fazer a reserva no Brasil, para não ter problemas quando chegar aos EUA, você poderá fazer isso pelo site da locadora. No ato da locação, é exigido um cartão de crédito internacional, onde será debitada uma caução, caso não seja utilizada, a taxa será estornada.  Algumas locadoras não aceitam motoristas com a CNH provisória. Atente-se para os seguros que já estão embutidos na diária da locação, e, para os outros seguros que certamente o atendente irá lhe oferecer.

Quando for alugar um carro, leve em consideração:

– Número de pessoas;

– Crianças;

– Carrinho de bebê;

– Quantidade de malas (meça pela quantidade de malas que vai trazer de volta);

– Você irá fazer trajetos longos ou viagens curtas? (exemplo: Orlando x Miami);

– Pense sempre na segurança e bem estar da sua família.

Somente maiores de 25 anos podem alugar carros nos EUA.

A maioria dos veículos são automáticos e movidos a gasolina.

Verifique se o seu veículo já vem com GPS e o dispositivo eletrônico para pedágios (Sun Pass).

Se estiver com crianças, verifique a disponibilidade de aluguel do veículo com a cadeirinha.

Lembre-se, na maioria das vezes o número de malas dobra quando você retorna ao Brasil, isso pode fazer a diferença na escolha do carro a ser alugado, o trajeto hotel – aeroporto pode ser curto, porém a quantidade de malas pode atrapalhar a organização no carro.

A maioria das locadoras há pouco tempo, estão cobrando uma taxa que varia de U$ 40,00 a U$ 70,00 para devolução do veículo sem necessidade de encher o tanque, é uma preocupação a menos para a sua viagem e planejamento. Verifique essa disponibilidade junto a sua locadora.

Importante: Se for alugar o carro em Orlando e devolver em Miami (ou vice-versa) não se esqueça de avisar a sua locadora.

Quando for devolver o veículo, no caso de devolução no aeroporto, siga as placas “Rental Car Return”, existe uma área específica no aeroporto para devolução de veículos, é só identificar a placa com o nome de sua locadora e fazer a devolução, essas placas são grandes, coloridas e bem chamativas. Ao chegar a esta área, um funcionário da locadora irá vistoriar o veículo (check list) e emitir um ticket, ou uma nota, dando o ok para a devolução.

Viajando Orlando x Miami de carro

Via Turnpike (Ronald Reagan Turnpike)

A viagem de carro de Orlando para Miami (ou vice-versa) é uma experiência única. A estrada é muito bem sinalizada, com alguns pontos de parada a cada 45 milhas (Plazas).

A viagem dura cerca de 4 horas, cerca de 400 km, e, possui vários pedágios.

Não se esqueça de verificar com a locadora, a opção de devolução do veículo em Miami ou Orlando.

Alguns cuidados:

– Leve água e lanches;

– Faça no mínimo 2 paradas para descansar;

– Não se esqueça de abastecer o carro, pois não existem muitos postos na estrada, caso contrário você terá que pegar uma saída para abastecer;

– Não se esqueça de anotar o número do telefone da locadora, caso necessite em casos de emergência (algumas possuem atendimento em português).

A Turnpike possui dois sentidos: “N” (North) e “S” (South). De Miami para Orlando, pegue o sentido North, e, de Orlando para Miami, pegue o sentido South.

 

Lembramos que estamos sempre à disposição para dirimir qualquer duvida, através do nosso e-mail. Se você tem mais alguma dica ou informação, mande pra gente: euemorlando@gmail.com

Aproveite as dicas e boa viagem! ºOº