SeaWorld lança programa de preservação no Brasil

O compromisso do SeaWorld Parks & Entertainment na preservação da vida selvagem faz parte do DNA da companhia. Há mais de 50 anos, além de inspirar por meio do entretenimento milhões de pessoas a cuidarem e preservarem o planeta, a empresa é líder em projetos de resgates e reabilitação de animais selvagens, preservação de espécies, pesquisas e educação ambiental. Em uma iniciativa inédita que tem como objetivo ampliar ainda mais seus esforços de preservação e apoiar cada vez mais diferentes projetos em prol da preservação do mundo animal, a companhia lança no Brasil o programa “Curtir & Preservar”, com o intuito de dar suporte diretamente aos projetos de preservação da vida selvagem do País.

O “Curtir & Preservar” é um programa de arrecadação de fundos diretamente relacionado à venda de produtos extras dos parques temáticos dos SeaWorld Parks & Entertainment no mercado brasileiro. Para cada compra de produtos opcionais ao ingresso, como planos de refeição, corta filas e tours, será doado U$2 para o “Curtir & Preservar”. Todo o montante arrecado será destinado 100% para ajudar projetos brasileiros que apoiam a preservação de espécies na vida selvagem.

A gestão desses recursos e doações será realizada pelo SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, organização sem fins lucrativos criada em 2013 e que dá suporte a pessoas e organizações que fazem a diferença na vida selvagem.

Considerando os outros programas vigentes do SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, destacamos que o “Curtir & Preservar” apresenta diferenciais relevantes. Um deles é exatamente o critério de beneficiar exclusivamente projetos do Brasil. Outro elemento importante é a oportunidade que fornecedores, no caso as operadoras e agências de viagens, e passageiros terão de apoiar essas importantes instituições que não medem esforços na preservação do nosso planeta e daqueles que o habitam.

Esse modelo de programa, que agora chega ao Brasil, já tem forte atuação no Reino Unido e nasceu com o intuito de valorizar instituições terceiras que compartilham dos mesmos valores do SeaWorld, tanto na preservação das espécies como no comprometimento com a educação.

Respeitando esse critério, o primeiro convidado brasileiro a fazer parte do “Curtir & Preservar” é o Projeto Tamar, que representado por uma de suas fundadoras, Neca Marcovaldi, apresentou seu incrível e duradouro trabalho aos membros do conselho de SeaWorld Parks & Entertainment em 2016, em Orlando, na Flórida.

Mediante ao convite, as organizações recebem um link para aplicação e após a aprovação final passam a receber as doações de acordo com o fluxo da venda dos produtos. Para selar a primeira parte da parceria, foi realizada uma viagem de intercâmbio com a presença dos embaixadores do SeaWorld Parks & Entertainment no Projeto Tamar, na Praia do Forte (BA).

O outro pilar do programa e parte importante para o sucesso do projeto são as operadoras de turismo selecionadas do SeaWorld Parks no Brasil. As vendas feitas por essas operadoras e agências de viagens clientes das mesmas que serão computadas para a arrecadação do projeto. Os produtos extras são para estes canais de vendas uma oportunidade de agregar mais valor à viagem do passageiro e oferecer experiências e benefícios importantes para seus clientes, além é claro de ser mais uma oportunidade de negócio complementar à venda dos ingressos.

Por fim, a outra ponta desse programa são os passageiros que contam com inúmeras vantagens ao saírem do Brasil não apenas com os ingressos na mão como também com as experiências e facilidades complementares. E agora além de curtirem estão apoiando diretamente esses projetos que fazem tanta diferença para o meio ambiente e vida selvagem no Brasil.

Os produtos extras considerados no programa são: Quick Queue Limited Busch Gardens Tampa; Quick Queue Unlimited Busch Gardens Tampa; Quick Queue Unlimited SeaWorld Orlando; All-day Dining Deal SeaWorld Orlando; All-Day Dining Deal Busch Gardens Tampa; Dine with Shamu SeaWorld Orlando e Serengeti Safari Busch Gardens Tampa.

SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund
O “Curtir & Preservar” é mais uma das incríveis iniciativas viabilizada pelo SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, que desde de 2003 vem fazendo efetivamente a diferença para projetos de preservação da vida selvagem no mundo todo.
Desde sua criação, o fundo já garantiu a doação de mais de U$ 14 milhões para cerca de 800 organizações no mundo inteiro. Essas organizações que recebem as doações atuam em diversos setores dentro do universo de preservação e estão alinhadas a pelo menos uma das quatro atuações chaves do fundo, que são: Resgate e Reabilitação de Animais; Educação Ambiental; Proteção de Habitats; Pesquisas de Espécies.
O SeaWorld Parks & Entertainment fornece toda a parte administrativa e os custos de operação do fundo, assim como mão de obra e infraestrutura para que possa atuar. Devido a esse importante suporte, é possível que 100% da arrecadação (cada centavo) seja doada diretamente para as organizações.
Existem algumas maneiras de colaborar com o fundo, como por exemplo realizando doações por meio do site swbg-conservationfund.org, comprando produtos selecionados nas lojas dos parques ou adquirindo uma visita de bastidor Behind-the-Scenes Tour no SeaWorld Orlando. Empresas do mundo todo também podem tornar-se parceiros do fundo realizando as doações.


O Fundo de Conservação do SeaWorld e Busch Gardens tem muitas histórias de sucesso e já apoiou diversas instituições ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Entre eles está o programa de pesquisa dos golfinhos do Baixo Rio Negro (Amazon River Dolphin Conservation Foundation), implantação de corredores ecológicos no Pontal do Paranapanema (Weforest), implantação de local para reabilitação de peixe-boi (Instituto Mamirauá), preservação dos tatus gigantes da região central (Royal Zoological Society of Scotland) e projeto com os pinguins de Magalhães perdidos na costa norte do Brasil (Instituto Mamíferos Aquaticos).
“Receber doações do SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund é muito empolgante para nós. Com esses recursos, nós podemos continuar nossos esforços na preservação dos golfinhos de rio da Amazônia. Essas espécies estão precisando muito de nossa ajuda e não poderíamos fazer isso sem o generoso apoio do SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund”, declarou Suzanne Smith, diretora executica do Amazon River Dolphin Conservation Foundation.
“O SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund é um parceiro muito próximo do Programa de Preservação dos Tatus Gigantes do Pantanal. Nós recebemos anualmente recursos desde 2012, o que tem sido peça chave para o crescimento do programa. Eu tive a honra de receber a orientação de Rob Yordi (executivo do SeaWorld Parks & Entertainment) em diversos assuntos importantes e que me ajudaram a dar sequência ao programa de preservação, e sei que ele está sempre disponível caso eu precise de auxílio. Nós também trabalhamos junto com a equipe de educação do Busch Gardens Tampa durante os programas de acampamentos, fazendo apresentações via Skype e respondendo perguntas dos jovens, incentivando que eles disseminem essas informações sobre preservação da biodiversidade. Eu realmente aprecio o suporte do fundo e a relação próxima que nós construímos. Espero poder trabalhar junto por muitos outros anos”, disse Arnaud Desbiez, coordenador do Programa de Preservação dos Tatus Gigantes do Pantanal.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

apartamento professor pedreira de freitas letras