Relato de Viagem – 6: Magic Kingdom e Florida Mall

Olá amigos!

Dessa vez, nossa amiga Ana Lechugo, relata suas experiências vividas no Magic Kingdom e no Florida Mall.

Vejam mais esse super relato! Ana, obrigado + 1 x por compartilhar suas histórias conosco 🙂

 

Relato de Viagem – 6: Magic Kingdom e Florida Mall

Chegou o dia do aguardado Magic Kingdom! Eu queria chegar bem cedo para ver o show de abertura. Acordamos bem cedo, nem tomamos café, pois iriamos tomar na nova loja da Starbucks lá de dentro. Saímos correndo e para não nos atrasar decidimos ir de carro mesmo para depois ir direto para outro lugar. Deixamos o carro no estacionamento e pegamos o trenzinho para o Tickets and Transportation Center. Eba! A fila do Monorail estava pequena! Fomos para lá quando… o Monorail quebrou!!!! Quebrou!!! Parou!!!! E nós no meio da fila. Acabamos perdendo o show de abertura. Frustração no nível máster!

1

Magic Kingdom

Tudo bem. Estávamos na terra da magia, nada iria estragar e decidimos curtir o dia. Fomos mais uma vez para o parque somente com a Magic Band e com o celular para tirar fotos, mais nada. A liberdade de não ter que carregar nada é excelente. Nossos Fastpasses já estavam previamente agendados (estávamos em um resort Disney, lembra?) e ainda tínhamos tempo para o primeiro. Fomos para a Starbucks tomar café e mais uma vez não tem os mesmo produtos das lojas normais da rede, aliás, não tinha nada de salgado e tivemos que nos contentar com cookie e brownie.

Depois do café, fomos para a Tomorrowland já que nosso primeiro Fastpass era na Space Mountain. Fomos primeiro no Buzz, na Tomorrowland Speedway (muito legal) no Monstro Laugh Floor (muito bom, mas precisa ter um conhecimento bom do inglês para aproveitar), no Peoplemover e finalmente na Space Mountain. Era o primeiro Fastpass que iriamos usar e fiquei surpresa que deu super certo.

 

3

Seguindo o fluxo do parque, fomos para a New Fantasyland. Chapado de gente como era de se esperar. Não conseguimos tirar fotos com personagens, pois as filas eram grandes e a paciência era curta.

Como meu marido precisava resolver algumas coisas com o Brasil (comprar ingresso para a final do campeonato paulista), entramos na Taverna do Gaston para comer algo. Ficamos lá um bom tempo até que me enchi e descobri que o Gaston estava tirando foto ali do lado com pouca fila…e lá fui eu! Sozinha!

4

Ana e Gaston

Depois fomos ainda ao Phillarmagic. Fiquei impressionada. Muito lindinho! E com pouca fila! Vale a pena até para as crianças pequenas. Já era hora do próximo FastPass: Big Thunder Mountain! Apesar de termos horário marcado, ainda ficamos uns 10 minutos na fila. A última vez que eu tinha ido nesta atração tinha sido com 14 anos, ano passado não tinha dado tempo e era igualzinha como eu lembrava.

5

Já estava quase na hora da parada nova e eu louca para ver. Meu marido não estava tão empolgado assim. Como faltavam uns 20 minutos, eu fiquei já na posição para ver, entre a Frontierland e a Adventureland, bem na saída da parada. Quando começou, que emoção! Realmente muito linda! Tirei várias fotos, chorei feito boba, tudo o que eu tinha direito! Não tem como descrever!

6

7 8

Depois da parada fomos para o nosso último FastPass: Haunted Mansion. Adoro esta atração e sempre que posso repito. É divertidíssima e sempre tem fila. De lá fomos na Swiss Family Treehouse que é meio sem graça, mas meu marido ainda não conhecia.

9

Haunted Mansion

A última parada do dia, neste parque, foi para tirar foto com a Merida, a princesa preferida da minha filha mais nova e que ano passado ainda não estava tirando fotos com os “guests”. Ficamos uns 45 minutos na fila e o local que ela fica é uma graça. Todo ambientado como o filme, com algumas atividades para as crianças que estão esperando como desenhos para pintar e arco e flecha para atirar. Entram somente algumas pessoas por vez e assim dá para todos aproveitarem. A princesa foi um amor! Como minhas filhas não estavam conosco (ficaram no Brasil, lembram?), pedi para que ela gravasse um vídeo para elas e ela o fez de muito bom grado. Nem preciso dizer que minhas filhas piraram quando viram, né?

10

Ana e Merida

Já eram por volta de umas 5 horas da tarde e já tínhamos visto tudo o que queríamos, já tinha tomado o meu sorvete do Mickey e não tinha achado absolutamente nada da Frozen para comprar. Decidimos então ir embora para o Florida Mall. Chegando ao shopping fizemos algumas compras, muitos MM’s, e meu marido pirou dentro da JC Penny! Uma hora olho para ele e ele está com mais de 10 bonecas de princesas dentro de uma sacola! “Olha, Ana! 10 dólares cada uma!” Tive que segurar um pouco e levamos somente 6! Todas na caixa! Ainda não sei como não fomos presos por “contrabando” de boneca!

Já estávamos cansados e ainda não tínhamos feito uma “refeição” desde o café. Estávamos somente com sorvete, pipoca, refrigerante e um pão de canela do Gaston. Resolvemos comer no Five Guys da praça de alimentação do shopping. Devo dizer: melhor hambúrguer ever! A carne é artesanal e você pode colocar vários recheios. A batatinha é deliciosa. Recomendo.

Saímos do shopping com ele fechando e aqui vale um alerta. Quando estávamos saindo com o carro um cara nos interceptou falando que morava em Kissimee e precisava de dinheiro para gasolina, disse não falar inglês. Respondemos em inglês que não entendíamos e que iriamos embora. Ele pediu uma moeda. Demos um quarter para ele e fomos embora. Tomem cuidado por que esta tem sido uma prática comum nos estacionamentos em Orlando.

Já era tarde e voltamos para o hotel para descansar para o penúltimo dia de parques, mas esta é uma nova história.

E vocês? Tem alguma história pra nos contar? Deixe seu comentário!

Envie o seu relato para: euemorlando@gmail.com

Visite no nosso grupo no FB: https://www.facebook.com/groups/175385522644267/

 

 

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

apartamento professor pedreira de freitas letras