A saga do passaporte e visto – Por Alê Paiva

Olá pessoal!

Nossa amiga e colaboradora Alê Paiva, nos conta passo a passo como foi para tirar o seu passaporte e visto. Confiram mais esse excelente relato. 

Alê Paiva, agradecemos por dividir suas experiências conosco 🙂

A saga do passaporte e visto – Por Alê Paiva

Em 25 de abril comecei minha saga para retirada do visto americano. Pelo menos para mim era uma saga pois estou ansiosa com esta viagem a muito tempo.

 O inicio da jornada foi entrando no site da Polícia Federal para solicitar o passaporte. Meu passaporte antigo havia expirado em 2006 e não existe renovação de passaporte, tem que tirar um novinho mesmo.

1

O site para efetuar a requisição do passaporte é: http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/passaporte

O site é facinho de usar. Na pagina inicial, selecione a opção 1 – Requerer Passaporte (para brasileiros)

2

Para ver quais os documentos necessários, clique em  documentação necessária.

3

No meu caso, eu ia tirar o passaporte comum então eu cliquei em Passaporte Comum (para brasileiros)

 O que eu levei:

       RG

      CPF

      Certidão de casamento averbada (porque eu sou separada, lógico que quem é solteiro não precisa J)

      Passaporte anterior (se tiver)

      Guia e comprovante de pagamento do GRU (a taxa que você paga para tirar o passaporte)

      Titulo de Eleitor

      Comprovante de voto na ultima eleição (os dois turnos)*

*Eu não tinha o comprovante do segundo turno então entrei no site do TRE (http://www.tre-sp.jus.br/) e solicitei uma certidão de quitação eleitoral. Sai na hora, você imprime e eles aceitam lá.

Para solicitar a emissão do passaporte, clique no item 2 – emissão do passaporte.

4

Daí é só preencher as telinhas com os dados pessoais.

5

Não sei como está agora, mas no dia que eu fiz a solicitação não tinha nenhuma data disponível para São Paulo – Capital.

Como eu estava desesperada, tentei em Barueri (tem um posto no Alpha Shopping) e tinha data para maio então não pensei duas vezes e agendei lá.

Depois eu fiquei sabendo que não precisaria ter me desesperado porque tem uma hora todo dia que o sistema da Polícia Federal é atualizado com desistências então fica mais facil agendar (não sei o horário exatamente, me disseram entre as 13:30 e 14:30 mas é melhor se informar. Uma amiga tentou em maio e só conseguiu achar datas quando tentou a noite).

No final foi até bom eu agendar em Alphaville. Quando cheguei lá no dia 09/05 estava vazio, tinha somente duas pessoas na minha frente. Em 20 minutos já tinha entregue os documentos, tirado a foto e feito a biometria.

O passaporte pôde ser retirado a partir do dia 13/05. A única coisa ruim é que, pelo menos em Alphaville o horário para retirada é das 10:00h às 16:00h e você precisa ir pessoalmente pois tem que assinar o passaporte e fazer a biometria novamente então já se programe!

A retirada também foi muito tranquila, de novo só duas pessoas na minha frente. Não deu nem 10 minutos.

Retirado o passaporte, foi a hora do agendamento do visto.

Tudo começa no site CSC Brasil – Site Oficial de Informações de Visto para os Estados Unidos – https://usvisa-info.com/pt-br/selfservice/ss_country_welcome

Este é o site do CASV.

6

Para achar o link do consulado para preencher o formulário é só clicar no “Antes da Solicitação” no menu “Vistos de Não Imigrante”.

7

Neste site também tem várias instruções que informam quem é isento de entrevista, como fazer em caso de renovação, etc.

Como meu visto foi emitido em 1996 e não existe renovação para vistos emitidos antes de 1º de julho de 2004 então tive que fazer uma solicitação nova.

No meu caso o formulário foi o DS-160 (visto não-imigrante). Para acessar o formulário é só clicar em https://ceac.state.gov/genniv.

O link vai te direcionar para a pagina para solicitação de vistos de não imigrantes:

8

Para começar, selecione o local onde você está solicitando o visto nesse campo:

9

Importante: Pelo que eu li, se você seleciona um local mas vai solicitar o visto em outro você precisa preencher um novo formulário.

Tem muita gente que fica na duvida sobre a foto, porque tem um campo para fazer upload da foto. Eu não fiz e não precisou. Por garantia eu tirei fotos 5×7 para visto mas não foi necessário porque você tira a foto no dia do CASV.

Nos campos abaixo você vai iniciar a solicitação, carregar a solicitação ou recuperar a solicitação (nessa ordem).

10

Se você ainda não iniciou, clique em “Start an Application”.

A opção “Upload an Application” é para quando você já começou a preencher e salvou uma cópia no seu micro. Quando você clica nesta opção você carrega o último arquivo que você salvou e vem tudo que você preencheu.

Na “Retrieve an Application” você “chama” a solicitação que está salva no próprio site. Para isso você precisa do numero da solicitação que aparece na segunda tela, depois que você clica em “Start an Application”:

11

Na internet existem vários sites uteis que dão dicas de como preencher este formulário.

Eles foram muito úteis pois tem todos os campos explicadinhos.

Algumas dicas para a hora do preenchimento são:

Sempre que você preencher uma tela, salve o arquivo no seu micro pois o site pode cair. Se você quiser sair e continuar preenchendo outra hora também não tem problema, é só carregar o arquivo novamente.

Tenha todos os documentos em mãos porque facilita na hora de preencher o formulário.

Informações importantes para ter em mãos no preenchimento do formulário:

      CPF (em alguns sites diz para colocar o RG no documento mas eu coloquei o CPF)

      Passaporte

      Endereço do Hotel onde vai ficar (neste ponto também há controvérsias, alguns sites dizem para, se você não tiver um lugar já reservado, colocar que não sabe, outros para colocar o endereço do hotel que você pretende ficar, eu coloquei o endereço do hotel que eu quero ficar)

      Data de nascimento dos pais (pode parecer bobo, mas sempre que eu preciso preencher esta informação tenho que ligar para a minha mãe rs)

      Informações do conjuge (isso eu até achei interessante, eu optei por “separada judicialmente” no estado civil e esta tela apareceu para mim, pedindo os dados do meu conjuge, inclusive com endereço)

      Dados da Empresa onde você trabalha (em algum dos sites que eu pesquisei diziam que precisava por os dados dos últimos 5 empregos, mas isso não apareceu para mim não, só o atual mesmo).

Quando você termina o preenchimento do formulário, é gerada uma pagina com código de barras. Guarde esta pagina, salve em PDF!!!!

Depois disso, volte para o site do CASV: https://usvisa-info.com/pt-br/selfservice/ss_country_welcome

Eu não sei se sou eu ou mais gente teve este problema, mas eu demorei uns bons minutos tentando entender o fluxo pra pagar a taxa e agendar a entrevista.

No site do CASV, clique em “Criar Conta”:

12

Nesta tela, leia as instruções e clique em “Confirmar”:

13

Nesta tela, clique em “Não”:

14

Preencha suas informações e clique em “Criar Conta”:

15

Desse passo em diante eu não consigo colocar as telinhas porque eu já sou cadastrada.

Lembre-se que tem uma pegadinha aí. Você precisa agendar primeiro a data do CASV e depois do Consulado, mas as telas aparecem na ordem inversa então você precisa jogar a data do Consulado um pouco mais pra frente para depois marcar a data do CASV na tela seguinte.

No meu caso foi bem tranquilo. Eu preenchi o formulário em um domingo, marquei o CASV para terça feira seguinte e o visto para quarta feira. Infelizmente foi a quarta feira que o Consulado ficou sem sistema, mas isso é outra história. J

Importante: Imprima a pagina do código de barras que eu falei mais acima e a página do agendamento que sai depois que você agenda o CASV e Consulado. No CASV eles vão pedir estas páginas e se você não tiver eles vão pedir para que você imprima (ouvi dizer que tem alguns lugares para imprimir nos arredores do CASV, mas eles cobram um valor absurdo por página). Eu levei também o comprovante de pagamento que saiu quando eu escolhi a opção de pagamento mas eles não viram, mas é sempre bom ir previnido.

Minha experiência no CASV foi praticamente inexistente. Agendei para as 12:30h na unidade de Alto de Pinheiros. Cheguei as 12:15h, entrei as 12:20h e saí as  12:25h. Foi tudo muito rápido. Você chega, pega a fila indicada pelo segurança, entra, vai para uma cabine, tira a foto e faz a biometria, e pronto.

O único problema foi o preço (salgado) do estacionamento. Preço único R$20,00!!!! Mas dizem que não é bom parar na rua pois tem muito roubo na região então…

Feito tudo isso, chegou a famigerada hora da entrevista no Consulado. Eu estava tão nervosa e com medo que tomei um calmante (natural) antes de ir.

Minha entrevista estava marcada para as 08:00h da manhã do dia 28/05. Cheguei lá as 07:20h da manhã. Nesse dia a experiência não foi muito boa, pois como relatei no grupo Tudo sobre Orlando, FL. “Eu em Orlando” fiquei lá até às 11:30h da manhã e nada.

Fiquei numa fila gelada até às 08:30h quando me mandaram para outra fila. Estava lotado! Lá pelas 09:00h uma funcionária do consulado disse que estavam sem sistema. Umas 10:00h descobrimos que eles estavam sem sistema desde o dia anterior!!!!

Depois de muita falação decidiram que se o sistema voltasse até às 11:00h as pessoas que estavam na minha fila seriam atendidas. Lá pelas 11:30h dispensaram todo mundo pedindo para voltar a partir do dia 02/06.

Nesse mesmo dia, recebi um e-mail do consulado pedindo desculpas e informando que eu poderia voltar em qualquer dia do mês de junho, sem reagendar.

Não quis perder tempo e já voltei no dia 02/06 mesmo. Como era meu rodizio, cheguei na fila por volta das 07:00h. Já tinha uma fila enorme (e desanimadora) fora do consulado. Deu aquele medo.

Acho que não era nem 07:30h quando abriram os portões. Nessa hora lembre de já ter em mãos o passaporte e a folha de confirmação de agendamento: 

mudar

Me direcionaram para uns bancos que ficam antes da formação de filas. As 08:00h fui para uma fila. Eles dividem em umas 5 filas diferenciadas por cor. Ao contrário da quarta feira, dessa vez foi tudo muito rápido. Quando eles abrem a fila que você está, você deixa seu passaporte (se tiver anterior não esqueça de levar também) e você vai para uma segunda fila enorme mas que anda rapidinho.

Nesta fila você precisará tirar o casaco e ficar somente com a pasta na mão. Não pode ter nada nos bolsos.

Saindo desta fila, você entra para o raio X. Coloca suas coisas numa esteira e passa por um detector de metais como no aeroporto.

Dicas:

      Não vá de cinto porque precisará tirar.

      Não vá com roupas com detalhes metálicos (quando passei no detector de metais o treco não parava de apitar, tive que passar pela revista (o segurança passa aquele detector manual), ele viu que eram os metais da minha calça e me deixou entrar mas é bom evitar.

      Não tente entrar com nada eletrônico! Eles não deixam mesmo. O ideal é ir só com a pasta de documentos.

      Eu não levei o meu mas eu acho que não pode entrar com isqueiro também.

      Na hora de entrar mesmo no consulado a gente precisa tirar casaco e cachecol, mas depois, lá dentro pode colocar de novo.

Depois disso a gente vai para uma parte do consulado cheio de bancos enormes e lotado de gente. O pessoal do consulado grita o seu nome e você pega o passaporte e vai para a fila de um dos guichês onde o entrevistador está esperando. Lembra um pouco aquelas cenas de cadeia americana onde tem o vidro e o telefoninho onde você se comunica com o preso rsrs…

É bastante gente mesmo, mas também é rápido.

Depois que você pega o passaporte você é direcionado para uma das filas dos guichês. Quando chega a sua vez você entrega o passaporte para o entrevistador e responde as perguntas dele. Ele vai perguntar coisas que estão no seu formulário de outra forma para te confundir, é só manter a calma e sempre dizer a verdade. Por exemplo, no meu caso ela perguntou: você é casada e tem filhos? Eu respondi, não, sou separada e não tenho filhos. Era claro que ela tinha a resposta certa na tela do computador mas eles fazem isso mesmo com algumas pessoas para ver se cai em contradição, acho.

Com eu relatei no grupo Tudo sobre Orlando, FL. “Eu em Orlando”, por um segundo pareceu que eu não ia conseguir, mas consegui!!!!

Da chegada ao consulado até passar pela entrevista foi uma hora e meia. Passei com uma moça toda sorridente.

Ela me fez varias perguntas, mas não pediu documento nenhum. Ficou meio séria quando disse que fui estudar inglês em 1996. Ela perguntou “só um mês?” Eu disse que era o que eu podia fazer na época.

Ela perguntou no que eu era formada e se eu exercia a profissão. Perguntou também o tempo de trabalho na empresa e quando, para onde e com quem eu iria. E fechou um pouco o semblante quando eu disse que era separada e sem filhos. Bom, consegui mas aparentemente foi por pouco rsrsrs. A impressão que tive foi que tá mesmo bem tranquilo pq não vi ninguém saindo com cara de que não conseguiu.

Nem todo mundo passa por tantas perguntas assim, muita gente já relatou que respondeu umas duas perguntinhas só e já passou.

Apesar de não terem me pedido documento nenhum eu levei tudinho. É bom ter tudo com você bem organizado porque, vai que pedem, né?

Documentos que eu levei:

      Extrato bancário dos últimos 3 meses (tirei no banco mesmo, dizem que da internet eles não aceitam).

      Três últimos holerites.

      Carteira de trabalho.

      Certidão de casamento.

      Declaração de IR deste ano e do ano passado (vai que…).

      Contrato de locação do apartamento.

      Documento do carro.

      Carnê do carro (porque o meu é financiado).

      RG

      CPF

Como não me pediram nada, não sei se estes documentos são o suficiente ou não.

Em suma, apesar de não ser uma expert em visto, acho que o que eles precisam mesmo é se certificar de que: você possui vínculos no Brasil, você tem como bancar a viagem.

Espero que tenha ajudado. Boa viagem pra todo mundo e nos vemos na Disney!!!!

Quer dividir suas experiências com a gente? mande um e-mail para: euemorlando@gmail.com

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

apartamento professor pedreira de freitas letras